Mesmo com o país em crise, impostômetro já registra 1,4 trilhão em impostos neste ano

impostometro-600x195

Com este dinheiro seria possível:

– Contratar mais de 87.147.792 policiais por ano.
– Contratar mais de 105.179.381 professores ensino fundamental
– Construir mais de 29.231.080 postos policiais equipados.
– Construir mais de 101.673.015 salas de aula equipadas.
– Comprar mais de 17.429.649 ambulâncias equipadas.
– Construir mais de 15.250.896 km de redes de esgoto.
– Fornecer cestas básicas para toda a população durante 23 meses
– Plantar 280.616.881.257 de árvores
– Pagar mais de 1.780.566.119 salários mínimos.
– Construir mais de 1.220.077 km asfaltado de estradas.
– Pagar 93.689 meses a conta de luz de todos os brasileiros
– Construir mais de 40.088.271 casas populares de 40 m2.
– Fornecer mais de 10.022.074.533 bolsas família.

O valor pago em impostos pelos brasileiros neste ano alcançou a marca de R$ 1,4 trilhão por volta das 3h desta segunda-feira (14). O registro foi feito pelo “Impostômetro”, o placar da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que registra o total de tributos federais, estaduais e municipais pagos pela população. No ano passado, este mesmo valor foi alcançado 16 dias depois – o que aponta significativo aumento da carga tributária no País. A marca de R$ 1,4 trilhão equivale ao montante pago em impostos, taxas e contribuições no país desde o primeiro dia do ano. O dinheiro é destinado à União, aos estados e aos municípios.

O Impostômetro completou uma década neste ano. O painel eletrônico que calcula a arrecadação em tempo real está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista. O objetivo da ferramenta é conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade. Pelo portal www.impostometro.com.br, é possível descobrir o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado. Por exemplo, quantas cestas básicas é possível fornecer, quantos postos de saúde podem ser construídos. No portal também é possível levantar os valores que as populações de cada estado e município brasileiro pagaram em tributos.

Fonte: http://www.impostometro.com.br

Comments

comments

Deixe uma resposta