Arquivo da categoria: História

Igreja Católica condena o comunismo

Missa por Dona Marisa Letícia com Frei Betto da Igreja Católica

Faz mais de cem anos que a Igreja Católica condena o comunismo, socialismo e qualquer tipo de materialismo e igualdade material. A pena para os que desobedecem a proibição de ajudar o comunismo (ou suas variantes) sob qualquer aspecto (incluindo a votação nos partidos filo-comunistas) é a excomunhão automática. Continue lendo Igreja Católica condena o comunismo

Legislação trabalhista fascista será extinta em abril de 2017

Projeto de 1998, “ressuscitado” em 2016 e criticado pelas centrais, deverá ser votado na próxima terça-feira. Em debate, ex-ministro do Trabalho e ex-presidente do TST defendeu revogação da CLT.

Para o relator da proposta de reforma da legislação trabalhista, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), as leis que regem o trabalho no Brasil “ficaram anacrônicas”. Marinho apoia a ideia do governo de rever a legislação como forma de garantir empregos e critica a inspiração da CLT. “Modernizar a lei é imposição do tempo atual”, os políticos não gostam de falar, mas a legislação é fascista, é baseada na ‘Carta del Lavoro’, de Benito Mussolini, de 1927”. Continue lendo Legislação trabalhista fascista será extinta em abril de 2017

A face do empresário Brasileiro

Empresário teve sua loja saqueada por bandidos no Espírito Santo.

Esse é um típico empresário brasileiro gerador de empregos. Aquele chamado de “explorador” por gente que nunca trabalhou na vida. Aquele que tem que lidar com toda uma sopa de letrinhas como IR, ICMS, PIS, Cofins, CSLL, INSS, FGTS e similares para sustentar políticos e burocratas. Continue lendo A face do empresário Brasileiro

O anacronismo da cultura brasileira acerca do papel da tributação

imposto-carga-tributaria
Uma reflexão hermeneuticamente comprometida sobre os Tributos

Publicado em janeiro de 2016 – ano 14 – n. 19 |, na revista do instituto de hermenêutica jurídica RIHJ, este artigo científico foi elaborado pelo Dr. Marciano Buffon e Me. Mateus Bassani de Matos em busca da resposta para seguinte pergunta: como é possível ter uma Constituição, com mais de vinte e cinco anos, e continuar a tributar-se como se ela não existisse? Continue lendo O anacronismo da cultura brasileira acerca do papel da tributação